Psicologia positivae meditação

Psicologia Positiva Meditação Método Friends
Descubra por que a Psicologia Positiva e a Meditação podem ajudar a tornar o mundo melhor.
Como fazer um mundo melhor?

Confira o bate papo de João Paulo Pacifico com o incrível Dudu Pacífico!

Como fazer um mundo melhor? (Parte 2)

Confira a segunda parte do papo de João Paulo Pacifico com o Du Pacifico, pra entender como a Psicologia Positiva e a Meditação estão ajudando a construir um Mundo Melhor para muitas crianças e jovens.

Descubra como as crianças estão aprendendo a meditar com a Gaia+.

Confira esse e outros resultados do trabalho da ONG na terceira parte do papo de João Paulo Pacifico com o Du Pacifico.

O que é
Psicologia Positiva?

A Psicologia Positiva é o "estudo científico do ótimo funcionamento humano e visa descobrir e promover os fatores que permitem aos indivíduos e às comunidades prosperarem" Definição do Dr. Martin Seligman,
fundador da Psicologia Positiva.
Ela foca nos aspectos positivos da vida, como felicidade e bem estar, e se baseia na crença de que as pessoas querem levar vidas significativas e satisfatórias, cultivar o que é melhor dentro delas e aprimorar suas experiências de amor, trabalho e diversão.

Por que a
Gaia+ escolheu a
Psicologia Positiva?

Ensinar hábitos mentais positivos para crianças e jovens é uma estratégia muito eficiente para “imunizá-los” com habilidades que são muito úteis, incluindo a capacidade de prevenir sintomas de depressão, aumentar a felicidade e atingir as potencialidades (Seligman, 2011). As qualidades humanas, assim como as habilidades intelectuais, podem ser aprendidas e cultivadas por meio do esforço (Dweck, 2017).

Os participantes aprendem a construir uma perspectiva otimista. Estudos apontam que pessoas com maior nível de otimismo conseguem utilizar melhor seu talento, obtêm melhores resultados na escola e no trabalho, apresentam menos depressão e ansiedade, melhoram a saúde e vivem mais (Seligman, 2007).

Ensinamos a importância da perseverança e realizamos atividades para trabalhar esse conceito. A perseverança é compreendida como característica fundamental para maximizar o sucesso de crianças e jovens e é correlacionada com a autodisciplina (Seligman, 2012).

Pessoas com maior perseverança têm maior chance de concluíre os estudos e conseguirem atingir seus objetivos de longo prazo (Eskreis-Winkler et al 2014).

Promovemos a empatia entres as crianças e jovens. Ver o mundo com os olhos de outra pessoa, respeitando seus valores, motivações, aspirações e sofrimentos, é essencial para construirmos uma cultura de paz e tolerância (Krznaric, 2015). Em crianças e jovens a falta de empatia está associada com o bullying e com a vitimização (van Noorden et al, 2015).

valores trabalhados

Otimismo

Perseverança

Gratidão

Empatia

exemplos de atividades realizadas Utilizamos atividades práticas, divertidas e simples, como jogos e brincadeiras, para que os participantes vivenciem os valores.
Sempre começamos os encontros com o Jornal da Gratidão, no qual cada participante conta algo do dia anterior pelo qual é grato.
Temos histórias como Lipe De Boa e Zé Tá Ruim e A incrível jornada da Wilma sobre otimismo e perseverança. De forma lúdica e alegre, as crianças e jovens aprendem se divertindo.
Brincamos com o Nó Humano, Roda do Elogio e Desafio das Batidas Musicais, entre outras atividades, trabalhando perseverança e empatia.

resultados

Os participantes se tornam mais gratos, reconhecendo e valorizando os bons eventos de suas vidas. Eles também aumentam o otimismo e a perseverança, lutando com mais força por seus objetivos e não se deixando abalar por críticas. Cresce a solidariedade e o respeito entre os participantes, com trabalhos em grupos sendo realizados com maior facilidade e com a redução de conflitos.

O que é
Meditação?

 
Meditar é um exercício mental. Como todo exercício, quanto mais você praticar melhor você ficará! Para a técnica de meditação que utilizamos, não religiosa e baseada na Atenção Plena, meditar é estar presente. Meditar é não estar no passado, nas lembranças, nos apegos. Também é não estar no futuro, nos planos, nas distrações. Meditar é estar atento e vivendo o presente.

Por que a Gaia+
escolheu a Meditação?

Publicações científicas evidenciam que a meditação gera diversos benefícios para crianças e jovens praticantes. Por exemplo, alunos que praticam a meditação têm melhora no comportamento, incluindo autocontrole e respeito por outros (Black et al 2014), menor ansiedade e maior concentração na escola (Harrison et al 2004), menor tendência de desenvolver ideias suicidas ou pensamentos de automutilação (Britton etal 2014) e superação da negatividade e de sintomas depressivos (Jha 2013).
Os participantes passam a compreender os próprios pensamentos, entendendo melhor os sentimentos e emoções. Assim, aprendem a lidar com a raiva, tristeza, alegria, apego, desejo, e conseguem se manter calmos e tomar boas decisões mesmo nas condições mais adversas. As técnicas de meditação criam um espaço e uma clareza na mente, possibilitando um equilíbrio mental. Consequentemente, meditantes têm maior possibilidade de atingirem suas potencialidades para construírem um mundo melhor.

pilares trabalhados

 
Trabalhamos com a meditação baseada no Mindfulness, ou Atenção Plena, uma técnica não religiosa com ampla base científica que comprova seus benefícios.
exemplos de atividades realizadas Trabalhamos de maneira leve e divertida para introduzir os participantes na meditação
Começamos ensinando técnicas de respiração, incluindo a respiração diafragmática e a respiração completa.
Trabalhamos com jogos e brincadeiras para treinar a concentração, como o Mestre Mandou.
Usamos materiais coloridos e atraentes, como o Pote da Calma para explicar conceitos para os alunos.

resultados

A meditação aumenta a concentração dos participantes, acalma e possibilita que sejam compreendidos os próprios pensamentos.

Método Friends

A parceria entre a GAIA+ e o Instituto Brasileiro de Inteligência Emocional (IBIES), responsável pelo Método FRIENDS no Brasil, permitirá que muitos jovens de escolas públicas e instituições sociais tenham a oportunidade de participar gratuitamente do programa.*
O Método FRIENDS é um programa internacional, baseado em evidências científicas, que promove habilidades socioemocionais e de hábitos de vida saudáveis em crianças, jovens e adultos.

Pilares Trabalhados

O MÉTODO FRIENDS é utilizado em mais de 20 países, já foi aplicado em cerca de 900.000 pessoas ao redor do mundo e faz parte de intervenções bem-sucedidas em políticas públicas da Inglaterra, Irlanda, Canadá, Escócia e Austrália. Para a ciência, é uma forma efetiva de prevenir problemas emocionais como ansiedade e depressão e promover bem-estar e resiliência."
Reconhecido como efetivo pela Organização Mundial de Saúde (OMS) desde 2004 e aprovado em 2012 pelo maior órgão americano de análise de programas baseados em evidências científicas NREPP.
*Escolas particulares e empresas interessadas no Método Friends podem contatar diretamente o IBIES. Saiba mais em www.metodofriends.com.

referências

Black, David S., and Randima Fernando. "Mindfulness training and classroom behavior among lower-income and ethnic minority elementary school children." Journal of Child and Family Studies 23.7 (2014): 1242-1246. Britton, Willoughby B., et al. "A randomized controlled pilot trial of classroom-based mindfulness meditation compared to an active control condition in sixth-grade children." Journal of School Psychology 52.3 (2014): 263-278. Dweck, Carol. Mindset: A nova psicologia do sucesso. Editora Objetiva, 2017. Eskreis-Winkler, Lauren, et al. "The grit effect: Predicting retention in the military, the workplace, school and marriage." Frontiers in psychology 5 (2014). Froh, Jeffrey J., William J. Sefick, and Robert A. Emmons. "Counting blessings in early adolescents: An experimental study of gratitude and subjective well-being." Journal of School Psychology 46.2 (2008): 213-233. Harrison, Linda J., Ramesh Manocha, and Katya Rubia. "Sahaja yoga meditation as a family treatment programme for children with attention deficit-hyperactivity disorder." Clinical Child Psychology and Psychiatry 9.4 (2004): 479-497.
Jha, Amishi P. “Being in the Now” Scientific American Mind, March/April (2013). Krznaric, Roman. O poder da empatia: A arte de se colocar no lugar do outro para transformar o mundo. Zahar (2015). Seligman, Martin EP. The optimistic child: A proven program to safeguard children against depression and build lifelong resilience. Houghton Mifflin Harcourt (2007). Seligman, Martin EP. Learned optimism: How to change your mind and your life. Vintage, (2011). Seligman, Martin EP. Flourish: A visionary new understanding of happiness and well-being. Simon and Schuster (2012). van Noorden, Tirza HJ, et al. "Empathy and involvement in bullying in children and adolescents: A systematic review." Journal of youth and adolescence 44.3 (2015): 637-657. Wood, Alex M., Jeffrey J. Froh, and Adam WA Geraghty. "Gratitude and well-being: A review and theoretical integration." Clinical psychology review 30.7 (2010): 890-905.

parceiros

Fale Conosco

Telefone (19) 3302-5916 Mande uma mensagem