Conectando com e a felicidade

Psicologia Positiva Meditação Método Friends
Descubra como estamos conectando crianças com a felicidade em todo o Brasil.
Como fazer um mundo melhor?

Confira o bate papo de João Paulo Pacifico com o incrível Dudu Pacífico!

Como fazer um mundo melhor? (Parte 2)

Confira a segunda parte do papo de João Paulo Pacifico com o Du Pacifico, pra entender como a Psicologia Positiva e a Meditação estão ajudando a construir um Mundo Melhor para muitas crianças e jovens.

Descubra como as crianças estão aprendendo a meditar com a Gaia+.

Confira esse e outros resultados do trabalho da ONG na terceira parte do papo de João Paulo Pacifico com o Du Pacifico.

O que são habilidades
socioemocionais?

Habilidades socioemocionais são competências que nos ajudam a gerenciar emoções, alcançar objetivos, demonstrar empatia, manter relações sociais positivas e tomar decisões de maneira responsável.
Pessoas emocionalmente competentes conhecem e lidam bem com os próprios sentimentos, entendem e levam em consideração os sentimentos do outro. Elas têm maior: 1. Autoconsciência; 2. Autocontrole e autogestão; 3. Automotivação; 4. Consciência social; 5. Habilidade de gerenciar relacionamentos.

Por que a
Gaia+ escolheu
habilidades socioemocionais?

Para o Fórum Econômico Mundial (2016), uma das habilidades mais demandadas é a gestão das emoções. Estamos vivendo uma era de depressão e ansiedade. Dados indicam que 1 em cada 5 crianças apresenta algum transtorno mental.

Crianças que participam de programas de habilidades socioemocionais apresentam melhor desempenho nas avaliações dos componentes curriculares como matemática, português e ciências naturais, além de reduzirem problemas comportamentais (Durlak et. al 2010).

Ensinamos a: “ouvir o corpo”, identificando as reações aos sentimentos; “nomear os sentimentos”, ampliando nosso repertório; “identificar a necessidade” por trás do sentimento; “acolher e agir com consciência”, escolhendo conscientemente o que fazer e; “ter empatia com os outros”, respeitando e acolhendo suas necessidades e sentimentos (Goleman 2012 ).

Divulgamos também a Comunicação Compassiva, incentivando a escuta atenta e a conexão entre as pessoas. Acreditamos que todos os seres humanos têm a capacidade de compaixão e recorrem apenas à violência ou ao comportamento que prejudica a si e aos outros quando não reconhecem estratégias mais eficazes para satisfazer as suas necessidades. Reconhecemos que a raiz da raiva é nossa interpretação (Rosenberg 2010).

Trabalhamos para criar ambientes harmoniosos e compassivos com a Disciplina Positiva. Promovemos métodos que convidam a focar em soluções em vez de punições e recompensas (Nelsen 2016). Acreditamos que as crianças precisam de encorajamento, assim elas podem assumir a responsabilidade pelos próprios atos, exercerem uma fala honesta e gentil e oferecerem sua presença empática.

valores trabalhados

Otimismo

Perseverança

Compaixão

Gratidão

Empatia

Gentileza

exemplos de atividades realizadas Utilizamos atividades práticas, divertidas e simples, como jogos e brincadeiras, para que os participantes vivenciem os valores.
Sempre começamos os encontros com o Jornal da Gratidão, no qual cada participante conta algo do dia anterior pelo qual é grato.
Temos histórias como Lipe De Boa e Zé Tá Ruim e A incrível jornada da Wilma sobre otimismo e perseverança. De forma lúdica e alegre, as crianças e jovens aprendem se divertindo.
Brincamos com o Nó Humano, Roda do Elogio e Desafio das Batidas Musicais, entre outras atividades, trabalhando perseverança e empatia.

resultados

Aumentamos a autoconsciência e autogestão emocional dos participantes. Eles passam a entender melhor seus próprios sentimentos e reações e, consequentemente, tomar atitudes mais adequadas. São fortalecidos os laços de conexão entre os participantes, com maior empatia e compaixão. Utilizando a escuta empática e o olhar atento, os participantes reconhecem e valorizam mais as outras pessoas. Os participantes se tornam mais gratos, reconhecendo e valorizando os bons eventos de suas vidas. Eles também aumentam o otimismo e a perseverança, lutando com mais força por seus objetivos e encarando as adversidades como oportunidades de aprendizagem.

O que é
Meditação?

 
Meditar é um exercício mental. Como todo exercício, quanto mais você praticar melhor você ficará! Para a técnica de meditação que utilizamos, não religiosa e baseada na Atenção Plena, meditar é estar presente. Meditar é não estar no passado, nas lembranças, nos apegos. Também é não estar no futuro, nos planos, nas distrações. Meditar é estar atento e vivendo o presente.

Por que a Gaia+
escolheu a Meditação?

Publicações científicas evidenciam que a meditação gera diversos benefícios para crianças e jovens praticantes. Por exemplo, alunos que praticam a meditação têm melhora no comportamento, incluindo autocontrole e respeito por outros (Black et al 2014), menor ansiedade e maior concentração na escola (Harrison et al 2004), menor tendência de desenvolver ideias suicidas ou pensamentos de automutilação (Britton etal 2014) e superação da negatividade e de sintomas depressivos (Jha 2013).
Os participantes passam a compreender os próprios pensamentos, entendendo melhor os sentimentos e emoções. Assim, aprendem a lidar com a raiva, tristeza, alegria, apego, desejo, e conseguem se manter calmos e tomar boas decisões mesmo nas condições mais adversas. As técnicas de meditação criam um espaço e uma clareza na mente, possibilitando um equilíbrio mental. Consequentemente, meditantes têm maior possibilidade de atingirem suas potencialidades para construírem um mundo melhor.

pilares trabalhados

 
Trabalhamos com a meditação baseada no Mindfulness, ou Atenção Plena, uma técnica não religiosa com ampla base científica que comprova seus benefícios.
exemplos de atividades realizadas Trabalhamos de maneira leve e divertida para introduzir os participantes na meditação
Começamos ensinando técnicas de respiração, incluindo a respiração diafragmática e a respiração completa.
Trabalhamos com jogos e brincadeiras para treinar a concentração, como o Mestre Mandou.
Usamos materiais coloridos e atraentes, como o Pote da Calma para explicar conceitos para os alunos.

resultados

A meditação aumenta a concentração dos participantes, acalma e possibilita que sejam compreendidos os próprios pensamentos.

referências

Black, David S., and Randima Fernando. "Mindfulness training and classroom behavior among lower-income and ethnic minority elementary school children." Journal of Child and Family Studies 23.7 (2014): 1242-1246. Britton, Willoughby B., et al. "A randomized controlled pilot trial of classroom-based mindfulness meditation compared to an active control condition in sixth-grade children." Journal of School Psychology 52.3 (2014): 263-278. Durlak, J.A. , Weissberg, R.P., Pachan, M. 2010. A Meta-Analysis of After-School Programs That Seek to Promote Personal and Social Skills in Children and Adolescents. Am J Community Psychol 45:294–309. Goleman, D. 2012. Inteligência emocional: A teoria revolucionária que redefine o que é ser inteligente. Editora Objetiva.
Harrison, Linda J., Ramesh Manocha, and Katya Rubia. "Sahaja yoga meditation as a family treatment programme for children with attention deficit-hyperactivity disorder." Clinical Child Psychology and Psychiatry 9.4 (2004): 479-497. Jha, Amishi P. “Being in the Now” Scientific American Mind, March/April (2013). Nelsen, J. 2016. Disciplina positiva: O guia clássico para pais e professores que desejam ajudar as crianças a desenvolver autodisciplina, responsabilidade, cooperação e habilidades para resolver problemas. Editora Manole. Rosenberg, M.B. 2010. Comunicação não-violenta: Técnicas para aprimorar relacionamentos pessoais e profissionais. Editora Ágora, 3ª Edição. World Economic Forum 2016, The Future of Jobs Employment, Skills and Workforce Strategy for the Fourth Industrial Revolution.

parceiros

Fale Conosco

Telefone (19) 3302-5916 Mande uma mensagem